Porto Alegre,
 
        
 
       
Artigos
Assembleia Legislativa
CANOAS
Famurs
FECOMÉRCIO
Governo do Estado
GRAVATAÍ
OAB
SIMERS
SISTEMA OCERGS/SESCOOP
 



 
  
 
 
08/06/2020

Os  nascimentos de bebês são, habitualmente, momentos marcantes e que envolvem a emoção de mães, pais, e familiares. No entanto o cenário atual, obrigou os hospitais a estabelecerem uma série de medidas protetivas. A orientação da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS) é para que os familiares tenham a máxima compreensão diante dessa realidade. A diretora da SPRS e neonatologista, Desiree de Freitas V Volkmer, lembra que a UTI Neonatal é um ambiente muito controlado em função das características imunológicas dos recém nascidos prematuros e a termo.

“Cada hospital estabelece as suas regras de forma independente, mas de um modo geral temos rotinas e protocolos bem estabelecidos. Na admissão das gestantes no hospital, temos o cuidado de entrevistá-las sobre sintomas presentes e possíveis infecções, para a tomada de decisões quanto à necessidade de isolamento. O novo fluxo de atendimento, em função da COVID-19, investiga também o acompanhante que permanecerá no hospital, para direcionar o atendimento. As formas de nascimento continuam sendo conforme indicações obstétricas usuais e condições clínicas maternas”, explica

COVID-19

Para o enfrentamento da Pandemia COVID-19 foram estabelecidos novos fluxos e protocolos para pacientes suspeitos e/ou positivos, conforme as evidências disponíveis. As medidas são organizadas de acordo com o regramento de cada hospital.

Material elaborado pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) estabeleceu recomendações sobre os cuidados respiratórios do recém-nascido com COVID-19 SUSPEITA ou CONFIRMADA.

O conteúdo em sua íntegra pode ser conferido no link

Textoo: Marcelo Matusiak/Foto: Cegonha Imagens

 
Institucional | Anuncie Aqui | Edições Anteriores | Assine